Dr. Rodrigo Peres
Dr. Rodrigo Peres
Fisioterapeuta Coordenador da Central da Fisioterapia
Crefito: 3/50650-F
Conheça a Central da Fisioterapia
Fisioterapeuta Tratamentos Dicas Na Mídia Fale com o Dr. Rodrigo layout separação

Dicas de fisioterapia para infarto: problema cardiovascular que mais mata no Brasil

Dados apontam que o infarto é a principal causa de mortes do Brasil, sendo que a cada cinco minutos um brasileiro morre pelo problema cardiovascular. O infarto é o entupimento das artérias coronárias com gordura, que vão se acumulando ao longo dos anos.

Os sintomas de um infarto vão desde fortes dores no peito, dores nos braços, nas costas e dores no pescoço até tonturas, suor frio, vômitos e respiração prejudicada.
A fisioterapia auxilia no tratamento após o sofrimento de um infarto com exercícios, alongamentos, caminhadas, treino de equilíbrio e resistência.   

Saiba alguns mitos e verdades sobre o infarto:

 Aspirina ajuda quem está sofrendo um infarto 

VERDADE
Cientificamente comprovado, o uso de aspirinas em casos de emergência servem para afinar o sangue, mas fica um alerta para ser ingerida com cautela para evitar hemorragias e deve-se sempre procurar um médico antes de tomar qualquer medicamento.

 Atividades físicas devem ser evitadas por quem sofreu um infarto

MITO
São aconselhados exercícios para quem sofreu um infarto, pois fazem parte da recuperação do infartado. Os exercícios recomendados vão de leves caminhadas em parques ou até exercícios em academias especializadas para reabilitação.

 Fortes emoções podem provocar infartos

VERDADE
Pessoas que tenham predisposição como fumantes, diabéticos, hipertensos, com antecedentes na família e/ou pessoas com altos índices de colesterol, podem sofrer um infarto quando expostas a situações de estresse ou fortes emoções, como mortes na família e até jogos de futebol.

 O infarto é silencioso e pode acontecer sem ser percebido

VERDADE
Principalmente em pessoas com predisposição (conforme especificado acima), o infarto pode levar semanas para se manifestar no corpo, sendo silencioso, a pessoa acaba não procurando ajuda médica.

 Distúrbios do sono podem causar infarto

MITO
Apenas a apneia pode ser determinante para um infarto, pois a apneia faz com que o sono não seja reparador, e afeta o dia a dia da pessoa com sonolência excessiva após o almoço, estresse, irritabilidade, diminuição da concentração, problemas de memória. Somente o ronco não é um fator agravante para o problema cardiovascular.

Vídeos
Vídeos
Fotos
Fotos
Logo Central da Fisioterapia layout Home Tratamentos Dicas Na Mídia Vídeos Fotos Fale com o Dr. Rodrigo Desenvolvido por
Evernet - www.evernet.com.br