Dr. Rodrigo Peres
Dr. Rodrigo Peres
Fisioterapeuta Coordenador da Central da Fisioterapia
Crefito: 3/50650-F
Conheça a Central da Fisioterapia
Fisioterapeuta Tratamentos Dicas Na Mídia Fale com o Dr. Rodrigo layout separação

Hábitos que diminuem o estresse

Muitos médicos concluem que o estresse é um problema psicológico, mas doenças cardíacas, desequilíbrio emocional, pressão arterial, transtornos e diabetes podem influenciar nessa oscilação de humor, o que faz mal tanto na vida social quanto na saúde.

O estresse pode ser classificado em dois tipos: o crônico e o agudo. O estresse crônico é aquele que acomete a maioria das pessoas, visto que está presente no nosso dia a dia. O agudo é mais intenso e, geralmente, está ligado a situações traumáticas que acontecem ao longo do dia.

Os sintomas são fáceis de identificar, são eles: boca seca, taquicardia, mãos ou pés frios, dor ou tensão na nuca, respiração ofegante, desorganização, dificuldade de engolir e sensação de aperto na mandíbula. Além disso, o estresse também pode afetar o cérebro, causando fortes dores de cabeça que são capazes de se estenderem até os ombros e costas.

O primeiro passo para acabar com o estresse é descobrir qual a sua fonte. O ideal é analisar quais são as coisas, pessoas ou atividades que lhe deixa estressado, e assim, tentar eliminá-lo. Outra dica é não fumar e não beber, porque essas substâncias trazem sensações falsas e momentâneas de bem estar, o que acaba prejudicando tanto o cérebro quanto os órgãos.

Além de evitar a obesidade, o exercício físico melhora o condicionamento físico, a circulação e reduz o estresse. O Pilates e Yoga são atividades que podem ser praticadas por qualquer indivíduo, isso porque os métodos utilizados, como a técnicas de respiração, postura, e concentração, são eficazes contra a ansiedade, depressão e estresse.

Manter a alimentação saudável e equilibrada é fundamental. Evite biscoitos, doces, gorduras e sobremesas com muito açúcar, pois esses alimentos provocam uma queda acentuada de açúcar no sangue, o que influencia na ansiedade, irritação e dor de cabeça.

Dormir bem ajuda na disposição do corpo e da mente. Desligue todos os aparelhos eletrônicos por, pelo menos, uma hora antes de dormir, já que as luzes destes dispositivos estimulam o cérebro e dificulta no sono, o que pode lhe causar estresse e dores pelo corpo no dia seguinte.

O estresse, em estágio avançado, pode afetar o aparelho digestivo, diminuindo a insulina e glicose no sangue, provocando doenças cardiovasculares e, além disso, a pele também pode sofrer danos, como marcas de expressão mais acentuadas e palidez. Se sentir estes sintomas, procure um profissional habilitado e com conhecimentos que possa lhe ajudar.

 

Obrigado pela leitura!

Dr. Rodrigo Peres

 

Vídeos
Vídeos
Fotos
Fotos
Logo Central da Fisioterapia layout Home Tratamentos Dicas Na Mídia Vídeos Fotos Fale com o Dr. Rodrigo Desenvolvido por
Evernet - www.evernet.com.br